Exposição reúne imagens produzidas por jovens da Ilha de Maré-BA


Será realizada nos dias 10 e 11 de maio de 2013, em ilha de Maré, a abertura da exposição fotográfica Meu lugar vê o mundo. A mostra reúne 150 imagens produzidas por jovens moradores da ilha, do subúrbio ferroviário e de Candeias. A abertura, dia 10 (sexta-feira), inicia-se às 14h, na Praça da comunidade de Porto Cavalo. No dia 11 (sábado), às 9h, será na associação de moradores, na comunidade de Botelho, ambas em ilha de Maré.

As fotos estarão expostas entre 10 de maio e 10 de julho, a céu aberto. As imagens foram impressas em formato banners com tamanhos variados entre 30X40, 50X70 e também em 1.0 x 1.20m, dando visibilidade ao trabalho realizado pelos participantes do projeto Meu lugar vê o mundo. No campo figurativo, as imagens retratam o universo de paisagem, produtos típicos da região, cotidiano e denúncia contra meio ambiente.

Este Projeto, coordenado por Gal Meirelles (UEFS) e Núbia Moura (IFBA), capacitou em fotografia digital jovens da BTS, com idade entre 15 e 24 anos. Ao longo de 2012, eles participaram de oficinas ministradas pelos fotógrafos Gal Meirelles, Paulo Lima e Péricles Mendes. Ao todo 146 jovens concluíram o curso, que teve uma média de 270 inscrições. Os habilitados são das comunidades Botelho, Neves, Itamoabo, Santana, Praia Grande, Porto Cavalo, Paripe e também de Candeias.

Durante as atividades, eles receberam a visita de renomados fotógrafos, a exemplo da húngara India Roper-Evans, do especialista em imagens aéreas, Nilton Souza, de Franzé Souto, professor e pesquisador da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), de Antonio Mari, que trabalhou em jornais diários nos Estados Unidos. Além de Armando Correa Ribeiro, galerista e fotógrafo baiano e ainda de Patrícia Carmo, coordenadora do projeto “O olhar de….”

As oficinas contaram com 40 horas de aulas teóricas e praticas que foram realizadas nas associações de moradores de diferentes comunidades e em escolas públicas da região. O curso básico de fotografia digital abordou o processo de reconstrução da memória individual através do registro de familiares pelos participantes das oficinas.

No segundo momento, focou o registro de práticas culturais que revelam o cotidiano da ilha e adjacências, envolvendo, por meio da composição visual, os habitantes das localidades na constituição das próprias memórias. Destas atividades, resultou um acervo de aproximadamente 20.000 imagens que abordam os mais variados temas e será organizado para fomentar renda aos participantes.

A exposição integra as atividades do projetoMeu lugar vê o mundo que conta com patrocínio da Petrobras, apoio institucional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), Universidade Federal da Bahia (Ufba), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e realização da Baluart Produtora. O projeto conta ainda com um blog onde as imagens podem ser apreciadas e adquiridas com vistas à aquisição de equipamentos para atividades futuras.

Como chegar a Ilha de Maré – Para chegar até a Ilha de Maré é necessário ir de carro ou ônibus (nos Terminais da Lapa, Campo Grande, França e Calçada) pela Av. Suburbana até o Terminal Marítimo de São Tomé de Paripe, de onde partem barcos diariamente de 20 em 20 minutos: até as praias de Itamoabo, Botelho, Praia Grande e Santana. Até São Tomé de Paripe são 50 km. Se estiver de barco/escuna/veleiro partindo de Salvador são aproximadamente 30 minutos. A ilha possui opção de almoço nas barracas da praia de desembarque. Visitem a ilha e apreciem as imagens nas comunidades de Botelho, Neves, Itamoabo, Santana, Praia Grande e Porto Cavalo.

fonte: http://www.vermelho.org.br

Cerca de 1 milhão de pessoas devem passar réveillon em Salvador


Notícias
A programação de Ano Novo terá apresentações musicais com 22 bandas e músicos, além de orquestra e coral em sete locais

Com o tema “Réveillon da Alegria”, cerca de 1 milhão de baianos e turistas nacionais e internacionais devem passar o ano-novo na cidade, segundo o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Claudio Tinoco.

Com queima de 20 toneladas de fogos de artifício em 14 pontos de Salvador e nas ilhas de Maré, Bom Jesus dos Passos e dos Frades, a programação de Ano Novo terá ainda apresentações musicais com 22 bandas e músicos, além de orquestra e coral em sete locais.

Para o Farol da Barra, além da tradicional queima de fogos de 15 minutos, a contagem regressiva será feita pelo cantor Léo Santana, da banda de pagoge Parangolé, ao lado do percussionista baiano, Magary Lord – criador do Black Semba e considerado a grande revelação do ano.

Além deles, baianas vestidas a caráter derramarão sobre o palco e o público água de cheiro para trazer boas energias ao ano que se anuncia. No dia 1º de janeiro, a partir das 18h, a cantora baiana Daniela Mercury comandará o projeto Pôr-do-Som, um grande espetáculo de alegria e animação numa prévia do Carnaval 2012.

Além do Farol, outros três palcos vão ser montados para a virada do ano. No Jardim de Alah, as atrações serão o cantor britânico Geoffrey Chambers, Zelito Miranda, Mametto e Batifun. A população de Cajazeiras vai conferir as apresentações de Salsalitro, Elaine Fernandes e Márcia Short. A animação na Boa Viagem fica por conta da banda Fora da Mídia, da cantora Luana Monalisa e da banda Inter.

Réveillon das ilhas
Em Praia Grande, na Ilha de Maré, a programação se iniciará às 20h, com um coral infantil, e seguirá com shows de samba (Partido Alto) e arrocha. Já em Paramana, na Ilha dos Frades, também terá uma atração voltada para as crianças, show de Sinho e banda SPC, e apresentação de um grupo local.

Na Ilha de Bom Jesus dos Passos, além da atração infantil, terá a participação do Samba Mocidade e de Jô Santana e banda.

http://www.correio24horas.com.b